terça-feira, 18 de agosto de 2009

A ÁGUA...

Águas claras, águas primaveris, águas correntes, águas profundas, águas dormentes, águas mortas, água pesada, água maternal, água feminina, água doce, água salgada, água violenta...

Quando o outro te salva, você se perde. O abismo é onde estamos, a caminhada para o nada. Quero sorrir, mas só tenho lagrimas, quero chorar, mas não tenho sal. \porque não sou um alguém. Nem o nada sou. O nada é muita coisa, é o infinito deligerante do cosmos. Queria voar, mas estou de mãos atadas. Brincar eu quero, crescer NÂO. Não crescer nem envelhecer. Para sumir, inexistir. Queria cantar como os pássaros, mas os pássaros...

Contato imediato
Segurança
Confiança
Descobrimento
Nascimento
Apoio
Vida
Lugar onde nasce a esperança
Lugar onde nasce a sombra
Buquet
Mãos que procuram a sombra
Mãos que tecem
Sombra fresca que fornece o descanso
Sombra multifome

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário